MAROCAS

Dezembro 24 2004
natal.pai.gif

UMA RECEITA MARAVILHOSA

NATAL 1880.gif

Ingredientes

Família ( é aqui que tudo começa)
Amigos ( nunca deixe faltar )
Raiva ( se existir que seja pouca)
Desespero ( para quê? )
Paciência ( a maior possível )
Lágrimas ( enxugue todas )
Sorrisos ( os mais variados )
Paz ( em grande quantidade )
Perdão ( á vontade )
Desafetos ( se possivel nenhum)
Esperança ( não perca jámais )
Coração ( quanto maior, melhor )
Amor ( pode abusar )
Carinho (essencial )

MODO DE PREPARAR

Reúna a sua família e os seus amigos.
Esqueça os momentos de raiva e desespero passados.
Se precisar use toda a sua paciência.
Enxugue as lágrimas e substituas por sorrisos.
Junte a paz e o perdão e ofereça aos seus desafetos
Deixe a esperança crescer no seu coração.
Nem sempre os ingredientes da vida são gostosos, portanto saiba misturar todos os temperos que ela oferece, e faça dela um prato de raro sabor.
Deste modo, prepare a sua melhor receita de vida e nunca economize o amor e o "como vale a pena viver"

( autor desconhecido)

(com a devida vénia a www.docerebelde.blogs.sapo.pt

publicado por Fernando Ramos às 18:02

Dezembro 24 2004
OE 2005.gif

Esta é a pagina que eu mais gosto, e vamos aos pontos por mim marcados:

(1)- AUMENTAR A JUSTIÇA FISCAL - Hummmmmmmm... O que será isto de Justiça Fiscal? Será que as grandes Empresas vão pagar mais impostos? E quêm trabalha passa a pagar menos de IRS? Duvido!

(2) - PROMOVER O INVESTIMENTO E A CRIAÇÃO DE EMPREGO - Já o Dr. Durão Barroso dizia isso à 3 anos e hoje temos mais 150.000 desempregados.

(3) - APOIAR OS CIDADÃO MAIS CARENCIADOS - Deixa-me rir... A RTP 1 de 20.12 informa, que 20.000 (vinte mil) familias ainda não tinham recebido este mês o Rendimento Social de Inserção, por estar atrasado o seu pagamento. Talvez esta gente não faça parte deste ponto (3)

(4) - FACILITAR A VIDA FAMILIAR - Deve ser para acabar com as listas de espera nos hospitais e com a falta de médicos que vai pelo país fora, esta conversa já tinha o Dr. Durão Barroso, e vê-se como está tudo.

(5) - INVESTIR NAS PESSOAS - Outra para eu rir... Esperem um bocadinho... Hi... Hi... Hi... Hi... - Devem de ir acabar com o problema da colocação de professores, que tiveram este ano, e não aumentar as propinas dos alunos e tornar o ensino gratuito, se não, qualquer dia é como antigamente só os ricos é que tem direito a ir para a escola.

(6) - GARANTIR UM SISTEMA DE JUSTIÇA MAIS EFICAZ E ACESSIVEL - Desta nem sei o que dizer, quando há pessoas que levam anos, e anos à espera dos julgamentos, quando a justiça não é igual para todos. Acho que nem merece mais comentários este ponto.

Para quêm fez este Orçamento e para todos os governos de Direita e de Esquerda que já passaram num Portugal livre do 24 de Abril deixo só este ponto.

ARTIGO 1º DA REPÚBLICA PORTUGUESA

PORTUGAL É UMA REPÚBLICA SOBERANA, BASEADA NA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA E NA VONTADE POPULAR E EMPENHADA NA CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE LIVRE, JUSTA E SOLIDÁRIA.

Basta só cumprir isto, e verão que os pontos acima do OE 2005 não fazem muito sentido. Não é?
publicado por Fernando Ramos às 10:43

Dezembro 24 2004
parlamento.jpg

Falar verdade nas próximas eleições. Certamente poderá pensar-se que se irá perder votos, mas terá de ser. Os portugueses não aguentam mais que se lhes minta, como tem acontecido nestes últimos 4 meses, onde um governo, eleito pelo Presidente da República, diariamente, nos entrava pela casa a dentro, através da televisão, com promessas de que a retoma estava aí, e, o que afinal se vê, são as condições de vida piorarem de dia para dia, de todos aqueles que vivem do seu trabalho.

Na campanha que agora começa não se pode andar a prometer abaixamentos de impostos, quando se sabe que as receitas do Estado estão aquém do desejado. Tem é de se combater ferozmente todos aqueles que fogem às suas obrigações para com a sociedade.

Não se pode prometer a ‘lua’ às pessoas, quando todos sabemos que a situação económica não é a melhor... Tem de se falar, de olhos nos olhos, aos portugueses, para que todos saibam a verdadeira razão porque é que Portugal não cresce anualmente no seu desenvolvimento económico, como acontece com outros países da mesma dimensão. E também se sabe que não se pode prometer o que não se pode dar (como por exemplo, sejam descidas de bens essenciais ou portagens gratuitas nas auto-estradas), porque isso nos leva cada vez mais a empobrecer alegre e irresponsavelmente.

Acabou o tempo das ‘festas’ prometidas pelo Dr. Santana Lopes, com chegadas de retomas que nunca aconteceram, é tempo de ter os pés bem acentes no chão, não escondam nada porque se não é o fim da ‘picada’!

Queira o destino que não seja tarde demais para recuperarmos o tempo perdido, e que o bom senso esteja com a maioria dos portugueses, na decisão do dia 20 de Fevereiro.

publicado por Fernando Ramos às 10:33

Visitas
(desde 14.7.2012)
Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


25

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO