MAROCAS

Dezembro 21 2004

octavio machado.jpg

Vejam esta preciosidade do Correio da Manhã de 11 Dezembro 2004,numa entrevista de Octávio Machado antigo técnico do Futebol Clube do Porto

Da mesma, fica esta pequena transcrição.

"CM: Ficou surpreendido com as evoluções do processo ‘Apito Dourado’?

Octavio Machado:
– Eu, que ando há quarenta anos no futebol?! Fui a primeira pessoa a falar do sistema. Dez anos antes de Dias da Cunha o fazer. Pensa que alguma vez vou esquecer o que vivi antes do jogo Gil-Vicente-FC Porto na época de Carlos Alberto Silva. Foram os momentos mais traumatizantes da minha vida e da minha carreira. Esse jogo determinava a descida de divisão do Gil Vicente, treinado por António Oliveira, caso a equipa perdesse contra o FC Porto, na altura do jogo já campeão nacional.

Não esquece porquê?

– Porque tive de lutar para que mantivéssemos a nossa dignidade.

Sofreu pressões para que o FC Porto facilitasse a vida ao Gil Vicente?

– Num telefonema chegaram a dizer-me que eu era a única pessoa do FC Porto que desejava a vitória da equipa frente ao Gil Vicente.

Quem lhe telefonou?

– Um amigo. De facto, bem vi aqueles que foram ao balneário do Gil Vicente festejar a vitória da equipa. Perdemos por 1-0, mas não perdemos a dignidade porque não cedo a pressões e disse isso mesmo aos meus jogadores no fim do jogo.

Pinto da Costa deu-lhe a entender que o FC Porto devia facilitar?

– Nunca me diria isso porque me conhece.

Algum dirigente do FC Porto o fez?

– Há muitas maneiras de fazer pressão. Posso apenas dizer que vivi momentos muito difíceis, mas tenho que deixar alguma coisa para revelar no meu livro. Mas não foi a única vez que me aconteceu. Num jogo entre a Académica e o FC Porto em que se discutia a descida de divisão da Académica, também passei por situações difíceis. Acabamos por ganhar com um golo de Raudnei, infelizmente para alguns, porque não era suposto o FC Porto ter ganho esse jogo à Académia.

Em que época se passa esse segundo episódio?

– Quando Ivic era treinador do FC Porto.

O treinador da Académica era António Oliveira...

– Exactamente.

Foi pressionado, por duas vezes, para não prejudicar duas equipas, treinadas por António Oliveira?

– Vivi momentos muito difíceis."

Por esta entrevista o próximo Presidente do FCP se for o Antonio Oliveira temos a continuação da Mafia. Não vai haver apitos que resistam..!


(os meus agradecimentos ao cm)

publicado por Fernando Ramos às 19:10

Dezembro 21 2004
DuraoNatal.jpg

santana-grito-12.jpg

A despesa pública não pára de aumentar segundo o dn de 20.12.04. Este ano, até ao passado mês de Novembro, já tem uma derrapagem de 7% em relação a 2003, que corresponde a 1,4 mil milhões de euros, colocando o défice, em 2004, nos 5% do PIB.

Por analise às contas, pelos especialistas, este ano já se gastou muito mais do que previsto, e as receitas têm crescido muito menos do que estava estipulado.

Criticou-se o governo Socialista de há 3 anos, pelos seus gastos exagerados, mas desde que o governo do Dr. Durão Barroso e posteriormente, do Dr. Santana Lopes, tem sido um autêntico descalabro nas despesas do Estado. Dizer que o Estado presta melhor serviço aos cidadãos, e que por isso as despesas aumentaram, não é verdade, pois estes dois últimos governos têm levado Portugal para o precipício, arrastando muitos portugueses para a miséria, e com falta de confiança do futuro.

Soluções imediatas, para resolver toda esta crise não são fáceis de encontrar, dado o estado em que, estes ‘senhores’ deixaram Portugal. Temos que fazer a mudança rapidamente, em Fevereiro, contando que os tempos difíceis que se advinham, sejam ultrapassados, e que a fé das pessoas volte, com a esperança de que Portugal vai finalmente entrar no caminho certo do seu desenvolvimento.

Todos nós sabemos que não podemos contar com governos de direita para Portugal, está à vista de toda a gente que, estes senhores, a única coisa que fazem é olharem para o seu umbigo, borrifando-se no povo que lhes deu os votos que só serviram para eles se protegerem uns aos outros na obtenção do lucro fácil, como aconteceu nestes últimos 3 anos, que como prémio, deu aos portugueses mais 150.000 pessoas no desemprego, aumentando para números assustadores os que já estavam nesta situação.

Façam uma sondagem junto das pessoas que vivem dos seus salários ou pensões, e perguntem se a vida delas está melhor do que há 3 anos, e vão ver o resultado desagradável a que se chegou.


publicado por Fernando Ramos às 14:31

Dezembro 21 2004
pobres-4.jpg

RTP 1 informa, que 20.000 (vinte mil) familias ainda não receberam o Rendimento Social de Inserção, por estar atrasado o seu pagamento.

Será que o Dr. Bagão Felix e os seus pares, quando foram à missa este domingo, se lembraram disso?

Será que as pessoas que estão nestas condições, que recebem cento e tal euros por mês, não merecem mais respeito?

Senhores que vivem de barriga cheia, e com ordenados principescos (pagos com os impostos de todos nós), onde está a vossa solidariedade?

Onde está o vosso espírito de Natal?

Onde estão as vossas falinhas mansas quando falam destas pessoas?

É desumano o que estão a fazer. São vinte mil que estão nestas condições. Tenham vergonha na vossa cara quando vão à missa pedir perdão a Deus pelos vossos pecados.
publicado por Fernando Ramos às 10:21

Visitas
(desde 14.7.2012)
Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


25

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO