MAROCAS

Dezembro 03 2004
SANTANA jantar.jpg

Esta ‘cena’ claro que é inventada por mim, mas também podia se ter passado, porque não?

Dr. Santana e Dr. Portas, no dia em que souberam que o Presidente da República já não estava mais disposto aturá-los, combinaram ir à discoteca Kapital beberem umas imperiais e uns ‘shots’ para tentarem esquecer os maus momentos que estavam a passar. Como sempre acontece Santana Lopes estava atrasado, e o seu amigo já esperava por ele com uma caneca de cerveja bebida e dois shots.
Paulo estava acompanhado, com alguém do Jet 7 que tinha acabado de ser ‘corrido’ da quinta das celebridades, e dizia ele:

- Pois é Cinha, o Santana está novamente atrasado.

- Olha Pedrinho, ele já ali vem, mais os seus 35 guarda costas, eu vou embora porque para o aturar já me chega o tempo que estive casada com ele!

- Santana aproxima-se, Cinha nem lhe fala e dá de ‘frosques’, ou seja vai-se embora.

- Ó Paulo, desculpa lá este atraso, nunca tenho tempo para nada, sabes como é, tive de prestar assistência às minhas 47 acessoras, e não podia deixar as pequenas assim sem mais nem menos...

- És sempre o mesmo, já nos Conselhos de Ministros és o último a chegar. Mas deixa lá, agora que fomos corridos pelo Sampaio vai-te sobrar muito tempo.

- Tens razão, o ‘velho de Belém’ passou-se completamente ao despedir-nos do Governo.

- O que é que querias, andaste para aí a falar em bebés na incubadora a levar estalos e pontapés, ele fartou-se!

- Ó Paulinho, nunca pensei que o homem fosse assim tão sensível.

- Ainda para mais tiveste problemas lá com aquele ministro do DVD do Benfica que vai pela janela, o Chaves (que raio de nome, chaves é o que a gente empresta aos amigos para irem à nossa casa na Costa da Caparica com uma miúda para darem uma ‘queca’), ele ao fim de 4 dias bateu com a porta acusando-te de deslealdade. Tens de ter mais calma Santana! Assim estamos tramados, na próxima coligação tens de fazer como eu e os meus ministros do CDS,é tudo gente certinha que até parecem meninos de coro, olha o Bagão Felix até vai à missa aos Domingos,não são como os ‘arruaceiros’ lá do teu partido que te andam sempre a morder os ‘calcanhares’, como o Rui Gomes da Silva que tem a mania que é fakir e manda facas a tudo que é jornalistas.

- Não digas isso Portas, a rapaziada do PPD/PSD são uns ‘gajos porreiros’,é tudo malta fixe!

- Pois é, é tudo fixe, mas tens de reconhecer que o nosso governo foi uma autêntica ‘tourada’ com as barbaridades que dizias todos os dias, e agora, se o Socrates ganhar as eleições já viste, que vou ficar sem os meus ricos submarinos e os meus marujos?

- Olha Paulo, faz-te à vida se isso acontecer! Cá para mim vou dar a volta ao Cavaco, e ele não merece outra coisa, anda para ai a falar de ministros incompetentes, e em moedas más e moedas boas. Vou dizer-lhe que no congresso quando falei dele ao ‘pagode’ que o ia apoiar para Belém, estava só a ‘renar’ com ele, porque quem vai para a presidência da república sou eu, só para chatear o Sampaio!

E lá continuaram estes amigos a fazer futurologia, que só vai na cabeça deles (e na minha), e ainda bem!

(que raio de brejeirice esta...)
publicado por Fernando Ramos às 18:24

Dezembro 03 2004
calimero.jpg

“Calimero” é um personagem que nós estamos habituados a conhecer por estar sempre a lamentar-se de tudo e nada que lhe acontece, como se fosse o mais infeliz do mundo.
O Dr. Pedro Santana Lopes faz-me lembrar muito este simpático personagem. Também ele se lamenta por tudo e por nada, ele é o prometer que baixa os impostos, e depois lamenta-se que o seu ministro das finanças não acredita. Ele é um seu ministro que só está 4 dias no seu governo, e ele lamenta-se que o deixou a falar sozinho saindo batendo com a porta. Ele é o não o deixam trabalhar, ele é deixar tudo a meio, Dr. Santana lamenta-sa que talvez não o compreendam e então abandona os cargos, como foi o caso da presidência do Sporting, da Câmara Municipal de Lisboa, ou então para azar dele é ‘corrido’ do seu governo de coligação e ele não sabe porquê, eu sei lá..! Como resultado agora sente-se uma vítima, tal e qual como Calimero, e compara-se a um bebé que está na incubadora, onde em vez de receber amor, lhe dão uns estalos e pontapés. Coitado do Pedro será que ele não as está a merecer?
publicado por Fernando Ramos às 10:45

Visitas
(desde 14.7.2012)
Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


25

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO