MAROCAS

Dezembro 22 2005
velho-musuca.jpg

LÁGRIMAS NAS RUGAS

Vai o velho pela cidade,
Cumprindo seu triste destino
Poderá ser uma atrocidade,
Mas da vida anda vencido

Vive na rua, e anda muito pensativo
Recordando pedaços passados
Segue seu rumo já sem sentido,
Que o levará a locais errados

Revendo imagens da vida cansada,
Caiem-lhe lágrimas nas rugas do rosto
Sua vida agora é chorada,
Por viver só, e em profundo desgosto

É que, de permeio as rugas aconteceram
Como causa de anos fatigados
Trouxeram-lhe danos que padeceram,
De alguns sonhos não concretizados

A cidade gira sem dar por ele,
Que agora anda de mansinho
Não será por culpa dele
Mas de quem o deixa vaguear sozinho

Pobre velho que vais só,
Nesta cidade de pouca razão
Por favor, dele não tenham dó
Ele é apenas vosso irmão

Ele sabe que hoje o seu presente,
Amanhã já é passado
Ainda vive na esperança incandescente,
De seu futuro ainda não ter findado

Velhos, todos nós um dia seremos
É tão fatal, como o destino da vida nos traça
Tratemos agora do nosso irmão, se queremos
Um dia, não cair na mesma rua da desgraça

De: fernando ramos - www.meuslivros.weblog.com.pt
15.12.2005



publicado por Fernando Ramos às 14:08

Visitas
(desde 14.7.2012)
Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
23

25
27
28
29
30
31


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO