MAROCAS

Setembro 23 2004
tacho3.jpg

Há certos políticos que quando estão em determinados lugares, levam o tempo todo a queixarem-se que estão cansados, e que o cargo que ocupam não passa-se de um grande ‘fardo’. E têm toda a razão, coitados, estou cheio de pena deles, realmente há lugares que são uma grande canseira, provocando grande desgaste físico, moral e intelectual, com compensações financeiras de valor muito reduzido. Veja-se o caso do Sr. Eng. Mira Amaral, o homem passava as ’passas’ do Algarve na Caixa Geral Depósitos, trabalhar lá é muito pior do que trabalhar nas obras do metro, ou no túnel do Marques de Pombal... O salário para pessoa de tanto valor era muito pouco, fala-se em 25.000 euros mensais (5 mil contos pagos 13 ou 14 vezes por ano), que com mais umas benesses não deve chegar ao total de 35.000 ou 40.000 euros mensais. E depois, quando as coisas não correm muito bem como aconteceu no primeiro semestre deste ano, onde os lucros da CGD desceram 25% segundo a imprensa, são logo corridos a pontapé por um ministro ingrato e injusto, que mandou o senhor engenheiro para a reforma aos 58 anos de idade, com uns míseros 18.125 euros (para que quer ele os 125 euros?)... Um homem que passa a vida a servir o bem público como gestor é tratado desta maneira, são uns ingratos, que falta de consideração, digo eu. Uma bagatela de 18.000 euros mensais, como é que vai fazer face às despesas diárias, sim porque tem de comer, pagar a luz, água, gás, carro, casa, a comida do gato tareco, se calhar as cotas de algum clube, e a bica pela manhã na ‘Mexicana’. Ele que se sacrificou tantos anos a trabalhar, e agora é tratado desta maneira. O que é que ele vai fazer, se calhar lá no partido ainda lhe vão ter de arranjar um lugar qualquer de assessor de uma empresa pública, com um ordenado de 15.000 euros para completar a sua reforma, senão vai ser um descalabro na vida dele, o senhor Engenheiro ainda acaba na miséria e a viver ai num bairro degradado da nossa cidade! Realmente o nosso povo tem de dar razão ao ministro das finanças, Dr. Bagão Felix (como se ele não soubesse que isto está sempre acontecer), isto é mesmo obsceno, eu diria até, é mesmo patético. Mas querem apostar que estes ’tachos’ não vão acabar? Coitados dos nossos políticos quando são empurrados para determinados lugares, e depois de alguns anos de trabalho esforçado são tratados desta maneira. Realmente isto não está certo... Ingratos. E vejam o caso da Dª Celeste Cardona com tão ‘bons’ serviços que prestou à Justiça quando foi ministra, aí está ela com um ‘tacho’ novo, e a onde… a onde…. Claro no Conselho de Administração da Caixa Geral Depósitos, com um mísero ordenado de 17.000 euros (3.400 contos). Vai para lá fazer uma temporada, para aí de um a dois anos até ter uma reforma como a do senhor engenheiro, ela merece… Mas não vai sozinha segundo a imprensa de hoje, vão para lá mais dois vices presidentes, um com 21.000 e outro com 25.000 euros de ordenado mensal, tornando-se a CGD o depósito dos incompetentes. Que pena eu tenho destas pessoas, estavam no desemprego e lá arranjaram um trabalhito! Não tarda que, o maior Banco Português esteja nas mãos dos banqueiros ‘gulosos’ que por ai andam, devido às ajudas amigas dos políticos incompetentes que temos. A vida desta ‘gente’ é mesmo uma canseira. Portugal que se cuide!
publicado por Fernando Ramos às 21:33

Visitas
(desde 14.7.2012)
Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
14
15
17
18

19
20
21
24

26
28
29
30


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO