MAROCAS

Outubro 07 2004
Carro 21.jpg

O pagamento das portagens, nas Scuts, construídas por empresas privadas, era inevitável. É uma medida que chega com anos de atraso. Quando António Guterres decidiu, no seu governo, introduzir as portagens nas novas auto-estradas do interior do país, caiu o ‘Carmo e a Trindade’! Todo o PSD e CDS, que na altura estavam na oposição, veio para a rua com manifestações ridículas há frente das televisões para todos verem no horário nobre. Protestavam como se fossem eles os senhores da razão, com toda a sua sabedoria do alto do pedestal..! Todos sabemos que tudo que é estrada que se faz neste país tem de ser pago pelos utilizadores, se não é por todos (ou deveria de ser, mas infelizmente é só por alguns), portanto de nada valem manifestações que, à partida, todos sabemos que não passam de cenas patéticas, como agora está demonstrado, pois foi essa mesma ‘oposição’, que na altura fez imenso ruído, que agora vai impor aos utilizadores das auto-estradas as referidas portagens, fazendo cair a máscara de maus políticos que escondem e que quase todos nós conhecemos. Eles sabiam que, já no tempo do governo do Partido Socialista, esta medida era inevitável, mas preferiram contribuir para ser encontrada uma engenharia financeira que iria aumentar, nos anos futuros, as despesas do estado, e que decerto ia agravar a carteira de cada um com aumentos de impostos. Não vale a pena ter atitudes demagogas como agora se veio provar. Não sei qual o sentido de estado desta gente, eles sabem que, ao adiar determinadas decisões irreversíveis, vão agravando no futuro as nossas dificuldades económicas. Continuam a pôr travão no desenvolvimento do país com atitudes reaccionárias e pouco patrióticas, que mais tarde nos vão sair muito mais caras. Terão de ser todos os utilizadores dessas estradas a pagar as portagens, porque se não há privilegiados, e se experimentarem perguntar às pessoas que vivem em Almada, que há mais de 30 anos todos os dias atravessam a ponte pagando a sua portagenzinha para irem trabalhar, o que elas pensam disso, logo terão uma resposta pouco agradável. Está na altura desses políticos hipócritas e sem escrúpulos acabarem, não ganham nada em continuar a tratar os portugueses como pessoas sem memória, porque, na altura do voto na urna, certamente vão dar-lhes a resposta que merecem, como a que tiveram no passado mês de Junho, para o Parlamento Europeu. E já agora uma sugestão: acabem com todas as portagens, ponham toda a gente contente, vão buscar o dinheiro agravando os impostos aos lucros dos bancos, se calhar mais 2% ou 3% no IRC que eles pagam já dá para pagar as despesas todas com as estradas e auto-estradas do país, e mesmo assim provavelmente, o Estado ainda vai aos bancos buscar menos impostos do que aqueles que todos os anos cobra a quem vive do seu trabalho.
publicado por Fernando Ramos às 14:11

VIVA A BRISA
remelado a 10 de Dezembro de 2004 às 19:39

Lá vamos incrementar os acidentes como aquele de ontem na pseudo alternativa à A23. Dois mortos, carro irreconecivel, contra uma árvore.
jed a 11 de Outubro de 2004 às 12:51

Visitas
(desde 14.7.2012)
Outubro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
16

17
20
21

24
25
26
27
28
29
30

31


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO