MAROCAS

Dezembro 24 2004
parlamento.jpg

Falar verdade nas próximas eleições. Certamente poderá pensar-se que se irá perder votos, mas terá de ser. Os portugueses não aguentam mais que se lhes minta, como tem acontecido nestes últimos 4 meses, onde um governo, eleito pelo Presidente da República, diariamente, nos entrava pela casa a dentro, através da televisão, com promessas de que a retoma estava aí, e, o que afinal se vê, são as condições de vida piorarem de dia para dia, de todos aqueles que vivem do seu trabalho.

Na campanha que agora começa não se pode andar a prometer abaixamentos de impostos, quando se sabe que as receitas do Estado estão aquém do desejado. Tem é de se combater ferozmente todos aqueles que fogem às suas obrigações para com a sociedade.

Não se pode prometer a ‘lua’ às pessoas, quando todos sabemos que a situação económica não é a melhor... Tem de se falar, de olhos nos olhos, aos portugueses, para que todos saibam a verdadeira razão porque é que Portugal não cresce anualmente no seu desenvolvimento económico, como acontece com outros países da mesma dimensão. E também se sabe que não se pode prometer o que não se pode dar (como por exemplo, sejam descidas de bens essenciais ou portagens gratuitas nas auto-estradas), porque isso nos leva cada vez mais a empobrecer alegre e irresponsavelmente.

Acabou o tempo das ‘festas’ prometidas pelo Dr. Santana Lopes, com chegadas de retomas que nunca aconteceram, é tempo de ter os pés bem acentes no chão, não escondam nada porque se não é o fim da ‘picada’!

Queira o destino que não seja tarde demais para recuperarmos o tempo perdido, e que o bom senso esteja com a maioria dos portugueses, na decisão do dia 20 de Fevereiro.

publicado por Fernando Ramos às 10:33

Visitas
(desde 14.7.2012)
Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


25

30
31


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO