MAROCAS

Dezembro 29 2004
mafalda-1.jpg

Vão haver pessoas que não vão receber o seu subsídio de desemprego e de doença, segundo notícia de um jornal de hoje, que deveriam ser pagas entre 27 e 29 de Dezembro, mas isso não tem importância, pensarão certamente Santana Lopes e os seus amigos de governo. O que é importante é que eles tenham o ‘deles’ no seu bolso, os mais necessitados, como é costume, que se tramem! Os seus subsidios vão ser liquidados no próximo mês de Janeiro.

O objectivo deverá ser o controlo do défice em 2004. É incrível que isto aconteça para que as continhas do Dr. Santana e Bagão Felix não derrapem..!

O que é mais engraçado no meio disto, é que os ministros das Finanças e da Solidariedade afirmam não saberem de nada, pois não tinham dado nenhuma instrução. Devem estar a gozar com quem está nesta situação, ainda vão dizer que é tudo invenção da oposição, que está a querer criar entraves à governação. Valha-nos a Santa paciência até 20 de Fevereiro!

Ao que Portugal chegou, onde anda o dinheiro dos nossos impostos? Tudo deveria estar acautelado, para que o dinheiro não faltasse, especialmente a quem menos recebe. Vão lá perguntar, se, os directores das empresas públicas, os ministros, e os colocados pelo o governo na CGD se já não têm os milhares de euros que tinham que receber este mês nas suas contas bancárias?

Com este jogo do empurra para saber quem causou está situação, não vai haver culpados, e mais uma vez a culpa ficará solteira, entretanto os dias vão passando, chegamos a Janeiro e lá pagam aos mais necessitados, e as pessoas que estão à espera, que se lixem!

ATENÇÃO
Ouvi agora na Televisão RTP1 (20 horas e 43 minutos) o Jornalista da Diário Económico a confirmar toda esta 'história' e amanhã vai sair mais noticias sobre isto no Jornal.

É INACREDITAVEL DR. SANTANA LOPES !!!!!!!!!!!!

santana24.jpg
publicado por Fernando Ramos às 17:57

Visitas
(desde 14.7.2012)
Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


25

30
31


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO