MAROCAS

Junho 20 2005
amar-1.jpg

AMOR PERDIDO

Fosse eu o teu amor perdido
em meu lugar te falaria,
mas por causa das vezes
que me esqueceste,
não posso mais pensar em ti,
e perdidamente me apetece
tentar dar-te um grito de revolta
e de espanto sentido

Aí, seja eu o poeta cantor
que te faça amar loucamente,
e cantaria ao mundo os meus poemas
que para ti escrevi
em longas noites de solidão.
Assim a minha paixão terá de viver
no mundo de sonhos desfeitos,
porque meus poemas soltos e sensuais
ficarão na gaveta esquecidos
na esperança de um dia
minha pena voltar a escrever

E vendo teus olhos,
vejo meus sonhos poéticos
que os guardo com aquelas tardes
que são marés calmas numa praia
de mar azul,
onde lá deixarei minhas fantasias
correrem em cima dos meus castelos
feitos de barras de ouro maciço

Serei pescador com sonhos perdidos
no mar, que em ofertas, minha poesia
te cantarei para teu corpo e alma,
eles sentirem o amor que se perde
no tempo e na intimidade
de dois seres de paixão intensa,
e com isso prendendo-te
para sempre nos meus braços
que te apertam desesperadamente
fernando ramos
18.06.05</em>
publicado por Fernando Ramos às 16:59

Visitas
(desde 14.7.2012)
Junho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16

21
22
25

27
28
30


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO