MAROCAS

Julho 29 2005
fados.jpg

FADISTAS DA MINHA JUVENTUDE E DE AGORA

Fadistas de antigamente,
que bem que eles cantavam
Há, alguns que eu até gosto
e outros, que a todos encantavam

Para vos dizer a verdade,
até era pouco apreciador de fados
Mas sempre me habituei a ouvi-los,
em minha casa, e aos bocados

E nas tabernas antigas
cantava-se o fado e bebia-se vinho,
mas os fados que menos gostava
eram os de choradinho

Meu pai é que era um fã,
e na rádio, todos dias se tocavam
Daí que conheço alguns fadistas,
e do jeito como eles cantavam

Eles eram o Fernando Farinha,
o Armandinho e o Marceneiro
O Carlos Ramos, que era sublime
e o Tony que não era o primeiro

E havia a Cecília do Carmo,
a Berta, a Ercília e a Maria Alice
E outras que já não me lembro,
que hoje para alguns, ainda é uma doidice

Nas rádios, muitos fados se ouviam
que o povo cantarolava,
e houve um que ficou imortalizado
que era; Quando o Hilário Cantava

Também havia o Bettencourt
que era lá do Funchal,
que, com o Torga escreviam
os fados de Portugal

Da Madeira ele era,
mas em Coimbra se instalou
Cantava, e escrevia muito bem,
até que o Zeca o cantou

Dizem que Amália era a maior,
e por isso lhe chamam a Diva
Eu gostava mais da Hermínia Silva,
que pena que já não seja viva

Ela falava no Pacheco
em tons de brincadeira,
como eu gostava de ouvi-la,
para mim era a primeira

E na casa de fado da Hermínia
comia-se azeitonas e pão seco,
bebia-se um bom vinho
e ela começava com um, anda Pacheco

Também se falava na Severa,
mas essa eu nunca ouvi
Diziam que era a Rainha,
mas a Hermínia é que eu vi

Não esquecendo o Fernando Maurício,
que era bastante afamado
Dizem que era amigo de todos,
e que bem ele cantava o fado

Temos aí outra fadista,
que canta até que a voz lhe doa,
é a Maria da Fé,
outra fadista de Lisboa

E o nosso Carlos do Carmo,
fadista de eleição
Com ele todos tem de aprender
a beber a nossa canção

Ele é o grande Mestre
de todos fadistas de agora
Carlos do Carmo vai fazer parte
daquela elite de outrora

Hoje também há bons fadistas,
a Mafalfa, Camané, Marisa, e outros mais
Os antigos eram muito bons,
mas todos são fadistas fatais

de: fernando ramos - www.meuslivros.weblog.com.pt
22.7.2005
publicado por Fernando Ramos às 15:49

Julho 27 2005
bombas5.jpg

EXTREMISMO NÃO

O mal do ser humano é
o extremismo absurdo,
que em algumas situações
nos leva à loucura total
Alguns são fanáticos
e outros radicais de mais
que só espalham o mal
por países cada vez
mais miseráveis
À gente que mata por
ideologias estúpidas e sem nexo,
quem sofre é sempre o mesmo,
os mais desfavorecidos
deste mundo incompreendido
Deus que nos perdoe a todos
e nos dê outro mundo melhor,
porque este, está farto
de extremistas loucos
onde o valor humano
não conta, a não ser
para estatísticas
que de nada servem
para o bem dos mais infelizes
Que mais se pode fazer
para evitar as loucuras,
de alguns fanáticos
que só se preocupam
em espalhar o terror,
destruição e morte
Extremismo não, grita-se
por esse mundo fora,
porque o povo está a sofrer
de uma guerra atroz
que não acaba, ou não deixam
acabar por interesses económicos

de: fernando ramos
30.06.2005

publicado por Fernando Ramos às 10:39

Julho 26 2005
caneta.jpg

TANTA COISA PARA ESCREVER

Tenho pressa de escrever,
muito tempo já perdi
Vou brincar com as palavras
de algumas lembranças que vivi

Posso escrever da natureza
e de alguma coisa minha,
até posso escrever ainda
da minha bela vizinha

Então escrevo desta,
e das suas belas curvas
Bem feitinha ela é
que me deixa as vistas turvas

De outras coisas escrevo mais
como de olhares ocultos,
mas agora de manhã escrevemos
dos nossos transportes públicos

Então, falemos deles.
de um taxi que vai a passar,
leva alguém com certeza
com muita pressa de chegar

No Metro de Lisboa
apertados todos vão,
aquilo até assusta
mas que grande confusão

Ou escrevemos sobre passarinhos
que na minha janela estão,
por mim esperam eles
que lhes dê algum pão

Da falta de trabalho
também se pode escrever,
das pessoas no desemprego
que muito têm a temer

Ou da fome que por aí vai
em locais pouco afamados,
muitos não querem falar
nos países desgraçados

Outras coisas poderei escrever
como da guerra e da paz,
a escolha não interessa
uma ou outra tanto faz

E porque não de refugiados
que lá por África estão,
já viram a miséria
lá para as terras do Sudão

Destas vidas que se perdem
vou então delas escrever
Temos de ser solidários
para esta gente viver

Ó ricos deste mundo
os refugiados estão primeiro,
é um povo muito carente
que precisam do vosso dinheiro

Vê tu mundo para onde vais
é que assim estás acabar,
tantos problemas se passam
que não parecem terminar

Como estão a perceber
tanta coisa para dizer,
deixem de ser preguiçosos
vamos lá todos escrever

de fernando ramos
26.06.2005

publicado por Fernando Ramos às 20:31

Julho 25 2005
vaca dançarina.gif


O MEU PAÍS PARECE UMA VACA TONTA

Animal simpático este,
que o meu país se parece

E porquê?

Pergunta-se

É simples

É onde muitos vão chupar, nas tetas
deste belo animal

Eles são alguns corruptos,
que de vez enquando aparecem por aí

Eles são os senhores
que tem algumas empresas,
ligadas a diversos sectores,
que todos os anos cobram
acima do que deviam
e não pagam impostos

Eles são muitos outros
que também lá vão papar

Pobre vaca, ficas tonta
com tantos a mamar!
publicado por Fernando Ramos às 13:42

Julho 22 2005
bombeiro03.gif

O INCENDIÁRIO

O que leva o incendiário
a cometer tão grande desgraça,
ver a mata arder
podes crer que não tem graça

Estes fogos malditos
que aparecem aqui e ali,
são por causa dos incendiários
que vegetam por aí

É preciso uma grande loucura
e tamanha desfaçatez
Queimar a Natureza
que para nós foi Deus que a fez

Os incendiários são loucos
por as matas atearem,
mas vejam lá se a loucura
lhes dá, para lá se queimarem

Aos bombeiros nossos heróis,
os loucos não os deixam descansar,
todos os anos é a mesma sina,
muitos fogos têm de apagar

As pessoas choram todas
por ver seus bens arder,
no fogo perdem tudo
nada lhes resta para comer

Vejam lá se acabam os fogos,
grita o povo e com razão
Justiça do meu país
metam os incendiários na prisão

fogo.4.gif

As labaredas malditas,
que tudo vai queimar
Que Deus ajude os Bombeiros
os fogos apagar

de: fernando ramos - www.meuslivros.com.pt
22.7.2005
publicado por Fernando Ramos às 12:26

Julho 19 2005
camelo20.jpg

Amiga Fátima,

O "Zé Camelo" espera que as tuas férias estejam a correr bem aí por praias de Copacabana.

Sei que já deves estar de partida cá para Portugal, onde uns amigos 'do peito' de Felgueiras esperam por ti, por causa da Campanha eleitoral para a Câmara.

Cá o "Camelo" faz votos que tenhas uma boa viagem, e já sabes, sempre tens cá muita gente que te ama, especialmnente aqueles amigos a quem fizeste uns favorzinhos...

Foi muito oportuno confirmares a história do saco azul, assim ficamos todos a saber que não estás sozinha na tua inocência.

E já sabes, se fores eleita pelos 'espertos' de Felgueiras, os "Zés Camelos" de Portugal estarão cá todos para te dar os parabéns e chorarem pela 'porcaria' de gente que elege autarcas arguidos em processos de corrupção.

Beijinhos, e podes contar sempre com a amizade do "Zé Camelo"!

Nota:
Esta foto foi tirada quando andavas a montar o Camelo
publicado por Fernando Ramos às 18:46

Julho 15 2005
berlinde-jogar.jpg

AMIGOS DE INFÂNCIA

Alguns anos se passaram,
e os meninos da minha infância
se foram perdendo no tempo,
porquê? Pergunta estranha!

Cumplicidades tínhamos,
porque alguns de nós não
conseguiam ser miúdos,
crescendo demasiado cedo.

Sofremos de algumas misérias
da vida, porque a solidariedade
não se afirma, pratica-se
constantemente, e isso não acontecia

Sei de alguns que hoje
não os encontro, talvez devido
a contingências diversas,
que facilmente adivinharei

Meninos pobres, éramos quase todos,
mas vivíamos felizes naquelas ruas,
que tínhamos como companheiras
da inocência da nossa infância

Amigos dessa época, que se perderam
nos anos, onde estão eles?
Saudades tenho eu dessas amizades,
mais daqueles meninos, que nunca o foram

Que, como eu em criança sofrerem
dos nadas que a vida ofereceu
Amigos de infância, pobres de nós,
nunca nos deixaram ser meninos!

fernando ramos - www.meuslivros.weblog.com.pt
26.6.2005


publicado por Fernando Ramos às 19:33

Julho 13 2005
ferreiratorres2.jpg

Segundo notícia do Jornal Público de 7.7.2005 a Polícia Judiciária
anda a investigar a origem de 4,5 milhões de euros que foram parar, nos últimos quatro anos, a três contas bancárias abertas em nome da chefe de gabinete e o número dois do Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canavezes, Avelino Ferreira Torres.

Os investigadores interrogaram anteontem o Presidente da Autarquia, que foi indiciado por peculato e gestão danosa, no âmbito de uma diligência que se prolongou durante cerca de cinco horas.

Quem ouve o Sr. Avelino até parece que o homem é um Santo e nós somos todos uns vigaristas que o andamos a perseguir!
publicado por Fernando Ramos às 23:56

Julho 12 2005
3 caravelas.jpg

AS CARAVELAS ESTÃO A REGRESSAR

Avisto três Caravelas
que ao Tejo vão chegar,
trazem pedras preciosas
e muitas saudades para deixar

Desejos intensos nelas virão,
que os nossos heróis trazem do mar
Seus amores por eles esperam
é só elas ao Tejo aportar

Nossos marinheiros,
bem aventurados sejam
Por feitos que Portugal merece,
em mares que um dia navegaram,
e só a eles a pátria agradece

As Caravelas quinhentistas
célebres elas eram em tudo,
pelos tesouros que traziam
nas suas voltas ao mundo

Em oceanos de águas profundas
grandes temporais passaram,
por mares muito agitados
nossas Caravelas navegaram

Já perto vejo as Caravelas
que estão mesmo a regressar,
e ao leme, os nosso marinheiros
com muita pressa de chegar

As noivas, seus homens esperam
que ao altar as vai levar,
porque eles lhes prometeram,
que no regresso iriam casar

Muito mais noivas esperam,
pelos seus marinheiros heróis
Outras vão continuar a esperar,
porque só três Caravelas vão chegar,
das seis que se fizeram ao mar

Estas noivas sedutoras
outros heróis irão amar,
um dia por outras Caravelas
estas donzelas irão esperar

fernando ramos - www.meuslivros.weblog.com.pt
25.06.2005
publicado por Fernando Ramos às 12:04

Julho 08 2005
visao-30.6.05.jpg

A revista VISÃO de 30.6.2005 n. 643 traz um artigo sobre os salários milionários pagos pelo Estado, a Dirigentes e Gestores Públicos (á VISÃO o meu obrigado pelo excelente artigo)

- 7.049,69 euros - É o salário base em 2005 do Dr. Jorge Sampaio, a mais alta figura do estado

E agora ficámos a saber alguns dos casos 'engraçados' que por ai vão, que ganham mais que o Nosso Presidente da Republica

- 7.457 Total de dirigentes e Gestores (altos cargos da Administração Pública)


- 24.939,89 euros, salário do presidente da CGDepositos, mais outras benesses

- 21.198,91 euros, salário do vice presidente da CGDepositos, mais outras benesses

- 17.457,93 euros, salário do vogal da administração da CGDepositos, mais outras benesses

- 16.344,42 euros, salário do presidente da bolsa (CMVM), mais outras benesses

- 13.892,84 euros (em 2004), salário do vogal da entidade reguladora da bolsa (CMVM. ERSE), mais outras benesses

- 10.302,68 euros (em 2004), salário do administrador do Hospital Santo António, mais outras benesses

A conclusão que tiro de tudo isto, é que nós já fomos um país de marinheiros, agora somos um país de 'otários', porque estes ordenados
teriam justificação se Portugal estivesse no bom caminho, mas não me parece!!!

E já agora comprem a revista, porque vale a pena (eu não sou o dono da VISÃO, mas eles merecem esta publicidade), sempre ficam a saber umas curiosidades!!!

publicado por Fernando Ramos às 21:05

Julho 05 2005
a janela.gif

TENHO UM ANJO

Eu tenho um Anjo protector
que é muito meu amigo,
É ele que me protege
enquanto sonho contigo

Sonhos bons terei sempre,
desde que o Anjo esteja comigo
E com ele posso contar
mesmo que um dia ande perdido

Este Anjo é a minha luz,
e faz minha alma brilhar
Leva-me por bons caminhos
mesmo quando, nada tenho para dar

Ó Anjo nunca me abandones,
até a morte chegar
Porque quando para o céu partir
ao teu lado quero estar

Depois mesmo de lá estar,
quero ter-te sempre amigo
Deus que sempre me proteja
e que estejas sempre comigo

de: fernando ramos
24.6.2005


publicado por Fernando Ramos às 15:46

Julho 04 2005
ESTOU TÃO ARREPENDIDO....

... Mais uma piada de (sobre) português, no Brasil, que deu barraca!

Via - PortugalClub - lista de discussão da emigração portuguesa na net - e-mail: portugalclub@cardigos.com.br

De : Carlos Fino
A MADRUGADA PASSADA, NO DECORRER DO DEBATE DA CPI DOS CORREIOS, O SENADOR NEY SUASSUNA, QUERENDO SIGNIFICAR QUE A POLÍCIA BRASILEIRA AGE, POR VEZES, DE FORMA POUCO INTELIGENTE, DEIXOU ESCAPAR O SEGUINTE COMENTÁRIO : "ATÉ PARECE POLÍCIA PORTUGUESA...".

O EMBAIXADOR DE PORTUGAL NO BRASIL, FRANCISCO SEIXAS DA COSTA, ENVIOU DE IMEDIATO UMA MENSAGEM AO EX. SR. SENADOR, QUE RESPONDEU HOJE, AO FINAL DA TARDE. SÃO ESSES DOIS TEXTOS QUE EM SEGUIDA SE TRANSCREVEM.


Brasília, 1 de Julho de 2005


Senhor Senador


Tomei nota, com um sentimento de espanto e tristeza, do comentário com que V. Exa. atingiu os Portugueses, há poucos minutos, durante o debate na CPI dos Correios. Portugal e os Portugueses que aqui vivem, e que muito deram e dão para a construção deste grande País, não eram merecedores que um representante político do seu gabarito recorresse a preconceitos que nos habituamos a ver ecoados nas graçolas de
baixo nível, nos cómicos de televisão ou por escribas recalcados. Nem a Polícia portuguesa, cuja estreita cooperação a sua congénere brasileira se não cansa de elogiar, merecia ser tratada como o foi.

Dirá V. Exa. que se tratou de um comentário sem intenção, sem sentido insultuoso, na passada do discurso. Mas o comentário lá ficou, feito por um político altamente responsável, representante qualificado de um partido político central da democracia brasileira. Como embaixador de Portugal, não posso deixar de o lamentar e registar.


Com respeitosos cumprimentos


Francisco Seixas da Costa

Embaixador de Portugal no Brasil




Senhor Embaixador,


Infelizmente, a palavra lançada, flecha que fere, não se pode recolhê-la.

Não sabe Vossa Excelência o quanto me dói constatar a sabedoria embutida nesse provérbio popular, de origem ancestral, quando reconheço a infelicidade do comentário que fiz durante a minha interpelação ao Deputado Roberto Jefferson, pela injustiça à amada Pátria portuguesa e a sua gente irmã e amiga, nossos ascendentes diretos.

Dói-me mais profundamente por não refletir o meu pensamento e a minha relação de respeito, cordialidade e admiração pelo povo e pela nação portuguesa, mãe saudosa do nosso jovem país, de quem sem dúvida herdamos, pelo exemplo, alguns dos nossos melhores atributos.

Senhor Embaixador, acredito que não serão as palavras, mas o sentimento de enorme desconforto que ora me aflige que poderá redimir-me perante a delicada e acolhedora alma portuguesa.

Aceite as minhas sinceras desculpas, transmitindo-as ao povo e ao Presidente de Portugal, e à colônia portuguesa aqui residente, que com extraordinário talento, entusiasmo, generosidade e força de trabalho foi determinante na construção do Brasil.

Respeitosamente,

Senador Ney Suassuna

(publicado no www.fumacas.weblog.com.pt - os meus agredecimentos ao fumacas)
publicado por Fernando Ramos às 21:46

Julho 03 2005

Ao passar nas ruas de meu bairro,
gratas recordações vagueiam
Minha infância é ali revivida
de amores de outrora nascidos

Poucas alterações meu bairro tem,
mas os amores, esses estão ficando
desvanecidos no tempo pelas esquinas
das ruas que então ficaram

Meu espirito inquieto se revolta,
pela falta dos amores infinitos
Hoje nada existe,
se não uma leve recordação

E uma lágrima de saudade
que teimava sair,
finalmente vê seu caminho
aberto, e cai

Como se fosse uma gota de chuva
que no passado procuravam
as vidraças de minha casa
que ainda resiste no bairro

de: fernando ramos - www.meuslivros.weblog.com.pt
20.06.2005

publicado por Fernando Ramos às 10:01

Visitas
(desde 14.7.2012)
Julho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
16

17
18
20
21
23

24
28
30

31


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO