MAROCAS

Agosto 31 2004
pedifilo.gif

O processo da casa Pia arrasta-se à largos meses, sem que no entanto se saiba como vai acabar. Apesar de já ter o julgamento marcado para o dia 26 de Outubro (será?), muito dificilmente se saberá quando será o final. Tudo isto está a causar vários problemas, tanto às crianças que foram barbaramente violentadas, e não é tão depressa que vão ver os verdadeiros culpados a cumprir pena, como aos arguidos que foram presos tantos meses sem culpa formada. Estas pessoas, à partida, até prova em contrário, perante a lei, são consideradas inocentes, no entanto, em algumas delas ficarão traumas que as marcarão para o resto das suas vidas, especialmente se forem consideradas inocentes em tribunal, pois perante a maioria da opinião pública há muito que são culpadas. Não sei como é que isto tudo vai ficar, mas pelo que se tem visto na imprensa, os abusadores das crianças não vão ser julgados tão depressa quanto o, processo exigia. O jornal público de 31.08.04 informa que, 6 arguidos estiveram para ser novamente presos na passada quarta feira (25.08.04) por ordem duma juíza que emitiu os respectivos mandados, mas que, por oposição do Ministério Público e com acordo de outro juiz, a ordem foi anulada. Bem.., afinal em que ficamos? As pessoas estão completamente divididas quanto a este caso, e com estas decisões mais confusas ficam. Não sabemos se Carlos Cruz, Ferreira Dinis, Hugo Marçal e outros, são culpados ou não, o que sabemos é que isto do prende, não prende se está a tornar numa grande ‘fantochada’ para o povo que segue tudo com enorme curiosidade. Senhores responsáveis da justiça deste país, por favor acelerem todo este processo e acabem com a angústia de tanta gente. A pedófilia não existe só em Portugal, outros países, e a própria igreja católica, tem infelizmente um longo e macabro historial nesta matéria, está na altura de o mundo inteiro pôr fim a toda esta ‘porcaria’ para que as nossas crianças, bem como as de todos os outros países, possam viver em paz no mundo da sua inocência.
publicado por Fernando Ramos às 22:03

Agosto 31 2004
arbitro.jpg

As ironias habituais do Sr. Pinto da Costa já cansam. O homem não perde oportunidade de mostrar como um presidente de clube consegue ser ridículo. Temos o caso recente em que disse, ironicamente que o F.C.Porto desde o dia 20.08.04 que não ganha nada. Foi nesse dia que, sem jogar ‘patavina’ , e com muita sorte, ganhou ao Benfica por 1-0, jogo onde o Benfica foi muito superior, e no qual só com manifesta má sorte, ou por azelhice dos seus jogadores, é que, antes de sofrer o golo que lhe deu a derrota, não marcaram 2 ou 3, como todos viram na televisão, e com isso o FCP ter ganho a Supertaça Cândido de Oliveira. Esta afirmação de não ganhar nada desde 20.8, foi dita por este senhor na partida para a final da Supertaça Europeia, onde o Porto, poucos dias depois do jogo com o Benfica, foi jogar com o Valência, e pasme-se... perdeu por 2-1, tornando ainda mais patética a afirmação deste senhor. Valia mais estar calado porque, infelizmente para o futebol português, nada ganhou no Mónaco. Todos nós sabemos que o Futebol Clube do Porto é um grande clube e muitos dos seus sócios são pessoas que merecem toda a consideração, e é um clube com muitos títulos ganhos internacionalmente, e alguns ganhos em Portugal. Mas também sabemos que algumas das vitórias por cá, foram de maneira muito suspeita e não muito transparente, com ajudas onde não deveriam ter existido, como a colaboração de certos árbitros com arbitragens escandalosas em alguns jogos (temos os casos das viagens pagas ao Brasil e outros casos estranhos). Dá que pensar, como é que este senhor tem levado estes anos todos a gerir os campeonatos a seu belo prazer sem que alguém investigue a fundo, passando atestados de estúpidos a todos os que gostam de vitórias conseguidas dentro dos campos com a maior lisura e ética desportiva.
publicado por Fernando Ramos às 00:42

Agosto 30 2004
OBIKWELI1.jpg
Foi a melhor representação de sempre em todos os Jogos Olímpicos, só temos de nos orgulhar dos atletas que tão bem souberam representar o nosso país. As 2 medalhas de prata conquistadas por Sérgio Paulinho e por Francis Obikwelu, e a medalha de bronze de Rui Silva vieram aumentar a nossa satisfação em sermos portugueses. Para eles e para os restantes atletas das várias modalidades, à excepção do futebol, o nosso obrigado pela vossa prestação! Todos sabemos que só por milagre é que se poderiam ter melhores resultados, somos um país pobre, e as ajudas económicas para as modalidades ditas amadoras são muito poucas, mas, mesmo assim, de vez em quando lá vamos marcando uma posição no panorama internacional, o que já nos trouxe 20 medalhas Olímpicas, sendo 2 de Ouro e as restantes de prata e bronze. Para o Francis Obikwelu que neste momento é olimpicamente o homem mais rápido do mundo um obrigado muito especial por teres escolhido o nosso país como tua segunda pátria não sei, é se Portugal te merece, e que os Deuses do Olímpio estejam sempre contigo.
Pena foi, que para o futebol, lá tivesse ido um ‘bando’ de meninos mimados e novos ricos, que dão uns chutos na bola, e que tivessem estragado tudo com o seu comportamento que nos envergonhou a todos. Parece que alguns deles se estão ‘borrifando’ para os Jogos Olímpicos quando se apercebem que este evento desportivo não lhes trará grandes privilégios financeiros, embora sejam eles quem recebe muito mais dinheiro, segundo o jornal A Bola de 24.8.04, uma vez que tem os ordenados pagos pelos clubes, recebem diárias, e ainda outros prémios isentos de impostos, que a Federação lhes paga independentemente dos resultados conforme entrevista ao jornal Expresso do presidente da Federação Portuguesa de Futebol. Faço uma sugestão à Federação de Futebol para, que nas Olimpíadas futuras, a nossa representação de jogadores seja à base de jogadores da 2ª divisão, com certeza que a própria, Federação, e Portugal sairá melhor dignificada. Com todos os outros atletas, os Portugueses estão satisfeitos com a sua presença em Atenas nestes XXVIII Jogos Olímpicos.
publicado por Fernando Ramos às 10:38

Agosto 26 2004
birthday.jpg
A marca de relógios Swatch da Suíça, que é representada em Portugal pela Tempus Internacional, encontra-se já no nosso país há alguns anos. A sua filosofia, além de comercial, também tem-se pautado por ajudar algumas organizações de carácter social, como foi o caso do projecto Escola, que, no ano 2000, ajudou Timor na construção de escolas. Outro evento foi o projecto fraldinhas, que, em 2002, apoiou a construção da sede da Ajuda de Berço, a qual foi inaugurada recentemente. Agora, com o projecto Swacth Ursinhos, uma parte da venda dos relógios com um urso gravado irá ajudar a fundação do Gil, segundo informação do jornal Expresso de 31.7.04. O exemplo desta multinacional, apesar da solidariedade social nem sempre compatível com o negócio, devia ser seguido por outras empresas, que, com uma parte das suas receitas poderiam ajudar em algumas situações bem difíceis que por aí há. Temos o caso por exemplo da Galp, que, se desse 1 único cêntimo dos seus lucros por cada 10 litros de gasolina comercializados nas suas bombas, poderia ajudar o Jardim Zoológico de Lisboa, nas despesas com a alimentação dos animais, ou na remodelação das suas instalações, ou mesmo na compra de animais ao estrangeiro, o que seria uma medida muito positiva. Certamente, com esta ajuda da Galp, o jardim teria melhores condições para os animais, e teria novos habitantes, o que só iriam enaltecer aquele parque. As crianças e os seus papás louvavam e agradeciam à Galp. Bastava uma boa campanha de marketing com alguns animais do Zoo, e mais alguns portugueses passariam a abastecer combustível nas bombas da Galp, em detrimento de outras multinacionais petrolíferas.
E temos outros exemplos, como o caso de alguns bancos, os que nunca contribuíram com nada. Se o fizessem com uma parte dos seus lucros para uma organização como a do Padre Américo, ou outra instituição qualquer, só os iria engrandecer, e todos nós lhe ficaríamos reconhecidos. E tantos outros exemplos há por ai, que só ficaria bem às empresas. Os meus parabéns para a Swatch, que, em boa hora decidiu tomar esta atitude, mostrando assim que só não está aqui unicamente pelo negócio, marcando ainda uma posição que a distingue das outras. Para esta empresa, tiro o meu chapéu com muito prazer! Temos também o caso da Delta cafés, que, desde a primeira hora, esteve ao lado do povo Timorense com a venda nos mercados comerciais do café de Timor, estando ajudar o governo na construção de algumas escolas. Para a família Nabeiro de Campo Maior, o reconhecimento de todos nós, e uma vénia à ‘maneira’ com o meu chapéu! Bem hajam a todos que sempre souberam ser solidários.

Em 27.10 Recebi este comentário, o qual desde já agradeço

Serve a presente para informar que a empresa MAGZ Portugal está a doar em brinquedos 10% da sua facturação para a Fundação do Gil.

Ao dispor,
Paulo Vieira
www.magz.pt
publicado por Fernando Ramos às 09:16

Agosto 24 2004
MajorContra.jpg
O que se passa com o apito dourado? Já passaram mais de 3 meses desde que foram detidos, para averiguações, 16 suspeitos ligados ao futebol e ao poder autárctico, por corrupção e tráfico de influências. A única coisa que foi feita até agora foi soltarem 15 deles, e terem substituído a direcção da PJ do Porto. Isto ‘cheira a esturro’, como diz o zé povinho.
Devem estar a preparar-se para abafar tudo, dado que até ao momento não se soube de mais nada. Fala-se que as escutas telefónicas a outros suspeitos estão suspensas. Fala-se que o Sr. Pinto da Costa era para ser ouvido no processo, pois segundo dizia a imprensa o telefone dele estava sob escuta da judiciária, e o que acontece é que este senhor nunca foi notificado, nem compareceu nas instalações da Judiciária do Porto para prestar quaisquer esclarecimentos. Será por o Sr. Pinto da Costa e o Sr. Valentim Loureiro serem ‘peixe graúdo’ que não se sabe mais nada? Isto não cheira nada bem, deve haver mãozinha muito importante por trás de tudo isto, para travar este processo. Vamos ver a ‘lata’ que vão ter para explicar tudo muito direitinho ao cidadão comum.

publicado por Fernando Ramos às 10:13

Agosto 23 2004
lago.jpg

Quando o governo do Dr. Durão Barroso tomou posse, em 2002, uma das promessas foi a de que iria acabar com as listas de espera dos hospitais. Ele estava chocado, e não deixou de lamentar, em tudo que era orgãos de informação, o estado a que chegou essas listas, com 120 mil pessoas à espera de serem operadas. Toca de tratar mal e de chamar incompetentes a torto e a direito aos ministros da saúde do governo socialista. Tinham deixado a lista de espera chegar aquele número impensável, era incompreensível que, o governo do Dr. António Guterres, tivesse deixado numa completa anarquia os hospitais portugueses. Mas ele, o super homem (ou o super cherne), ia resolver esse grave problema, deixado como herança dos governos anteriores, e com a máxima urgência! Então privatizou hospitais, nomeou directores hospitalares, pagos a peso de ouro, e restante pessoal (630 segundo o jornal publico de 6.8.04), e entregou doentes da lista de espera a hospitais particulares (deve ter sido uma bela festança que esses hospitais fizeram!), para assim acabar com a lista de espera rapidamente. Passados dois anos, o governo diz que só faltam 3265 doentes (segundo o mesmo jornal) para terminar as famosas listas do Dr. Guterres. Excelente..! Fantástico..! Todos os adeptos do governo do Dr. Durão cantam ossanas, aleluias, (o preço que isso vai custar ao povo português não interessa) por tamanho feito, realmente é notável, deve ser caso raro no mundo, como se gere com tanta eficiência um ministério da Saúde! Os outros países da comunidade europeia devem estar com os olhos em bico (deve ter sido por isso que vieram buscar o Dr. Durão)! Bom… Agora viemos a saber qual o reverso da medalha. Segundo diz a imprensa, existe uma nova lista de espera que foi crescendo nestes dois anos, com o governo do Dr. José Manuel Barroso, a qual tem, neste momento, o número de cento e cinquenta mil novos doentes, estou a repetir o que a imprensa diz, 150.000 novos doentes, numa nova lista de espera! Caros amigos, devemos estar todos doidos, isto não está acontecer, o governo do Dr. Durão dizia-nos todos os dias que os governos socialistas eram uns incompetentes, e tinham deixado o país de tanga... Será que agora não estaremos de fio dental? O cidadão, aquele que paga tudo, o que vai pagar as facturas da ‘brilhante’ gerência dos hospitais do Dr. Barroso, chega a casa, vê-se ao espelho e pergunta: estarão a gozar com a minha cara?
publicado por Fernando Ramos às 18:36

Agosto 23 2004
Esportes 2.jpg
publicado por Fernando Ramos às 11:51

Visitas
(desde 14.7.2012)
Agosto 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
25
27
28

29


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO