MAROCAS

Julho 29 2005
fados.jpg

FADISTAS DA MINHA JUVENTUDE E DE AGORA

Fadistas de antigamente,
que bem que eles cantavam
Há, alguns que eu até gosto
e outros, que a todos encantavam

Para vos dizer a verdade,
até era pouco apreciador de fados
Mas sempre me habituei a ouvi-los,
em minha casa, e aos bocados

E nas tabernas antigas
cantava-se o fado e bebia-se vinho,
mas os fados que menos gostava
eram os de choradinho

Meu pai é que era um fã,
e na rádio, todos dias se tocavam
Daí que conheço alguns fadistas,
e do jeito como eles cantavam

Eles eram o Fernando Farinha,
o Armandinho e o Marceneiro
O Carlos Ramos, que era sublime
e o Tony que não era o primeiro

E havia a Cecília do Carmo,
a Berta, a Ercília e a Maria Alice
E outras que já não me lembro,
que hoje para alguns, ainda é uma doidice

Nas rádios, muitos fados se ouviam
que o povo cantarolava,
e houve um que ficou imortalizado
que era; Quando o Hilário Cantava

Também havia o Bettencourt
que era lá do Funchal,
que, com o Torga escreviam
os fados de Portugal

Da Madeira ele era,
mas em Coimbra se instalou
Cantava, e escrevia muito bem,
até que o Zeca o cantou

Dizem que Amália era a maior,
e por isso lhe chamam a Diva
Eu gostava mais da Hermínia Silva,
que pena que já não seja viva

Ela falava no Pacheco
em tons de brincadeira,
como eu gostava de ouvi-la,
para mim era a primeira

E na casa de fado da Hermínia
comia-se azeitonas e pão seco,
bebia-se um bom vinho
e ela começava com um, anda Pacheco

Também se falava na Severa,
mas essa eu nunca ouvi
Diziam que era a Rainha,
mas a Hermínia é que eu vi

Não esquecendo o Fernando Maurício,
que era bastante afamado
Dizem que era amigo de todos,
e que bem ele cantava o fado

Temos aí outra fadista,
que canta até que a voz lhe doa,
é a Maria da Fé,
outra fadista de Lisboa

E o nosso Carlos do Carmo,
fadista de eleição
Com ele todos tem de aprender
a beber a nossa canção

Ele é o grande Mestre
de todos fadistas de agora
Carlos do Carmo vai fazer parte
daquela elite de outrora

Hoje também há bons fadistas,
a Mafalfa, Camané, Marisa, e outros mais
Os antigos eram muito bons,
mas todos são fadistas fatais

de: fernando ramos - www.meuslivros.weblog.com.pt
22.7.2005
publicado por Fernando Ramos às 15:49

Partilho a opinião manifestada no poema. Cada qual á sua maneira são fadistas fatais. Adoro fado ! Continuação de um óptimo fim de semana. Bjks
intemporal a 7 de Agosto de 2005 às 08:12

Olá... Paassei pelo teu blog por acaso e gostei do que vi. Obrigada pela partilha das tuas ideias e pensamentos. Um grande beijo com muitos sonhos encantados.
Sonhos Encantados a 30 de Julho de 2005 às 13:58

Visitas
(desde 14.7.2012)
Julho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
16

17
18
20
21
23

24
28
30

31


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO