MAROCAS

Agosto 05 2005
amalia4-.bmp

AMÁLIA - POEMAS PARA UMA DEUSA

Com tua voz encantavas,
todos os teus admiradores
Os poemas que cantavas
alguns foram dos trovadores

Cantavas o fado com paixão,
e o povo na rua te ouvia
Ninguém mais canta como tu
os fados da velha telefonia

Amália és do povo,
gritam todos e com razão
Ela está no Olimpo
e no povo, no coração

Eras uma fadista magnífica,
todos nós isso sabemos
Ninguém mais te substituiu
dizem os fadistas serenos

Deixaste os teus amigos
numa tristeza de enlouquecer,
a falta que lhes fazes
tu bem no céu estás a ver

Amália reza por eles,
e dá-lhes todo o teu saber
Um dia quando aí chegarem,
com Deus os vais receber

Poetas façam poemas
para esta fadista de boa memória,
ninguém a vai esquecer
ficará sempre na nossa história

Poemas para uma Deusa
eu escrevo com muito amor,
neles ponho todo o meu saber
graças ao nosso criador

A Julia florista,
cantas-te tu um dia
O povo jamais se esquece
dessa enorme alegria

Até breve amiga do povo,
que todos rezam por ti
Um dia quando se encontrarem,
no céu vai ser um festim

de: fernando ramos - www.meuslivros.weblog.com.pt
25.7.2005
publicado por Fernando Ramos às 12:30

Uma homenagem linda, com sentimento e muito merecida, parabéns! Feliz domingo. Bjs
docerebelde a 7 de Agosto de 2005 às 08:03

Visitas
(desde 14.7.2012)
Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
31


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO