MAROCAS

Agosto 07 2013

O Tri ladrão do corrupto do Porto

Farto de aturar gente que faz do novo desporto nacional gozar com o Benfica e com este final de temporada. Estou numa de recordar este tricampeonato do clube do norte, peço para me ajudarem se me tiver esquecido de alguma coisa:
2010/11
É o mais distante mas lembro-me bem de que nos primeiros 4 jogos do FC Porto fora de casa ficou 1 penalty por jogo por marcar para a equipa visitada, com o jogo em 0-0 ou 0-1 para o FCP. André Villas Boas ganhou uma distância pontual inalcançável...
1ª Jornada
Naval - FC Porto, penalty por marcar logo na 1ª parte de Álvaro Pereira.
3ª Jornada
Rio Ave - Fc Porto
Penalty por assinalar contra o FC Porto ao minuto 39, por falta cometida por Álvaro Pereira, com o resultado em 0-1.
5ª Jornada
O Nacional - FC Porto arbitrado por Bruno Paixão culmina na vitória portista. Bruno Paixão perdoa um penálti claro ao FC Porto por mão na bola de Rolando.
7ª Jornada
Com o jogo empatado 1-1, em Guimarães um defesa do FC Porto agarra escandalosamente Edgar dentro da área... Xistra manda seguir.
Também no princípio da temporada o SLB vai a Guimarães e Olegário não marca 2 penalties claros ao Benfica e não deixa Saviola seguir isolado para a baliza por fora de jogo claramente inexistente. O SLB perde esse jogo.

Para além disso, na meia final da Taça de Portugal no Estádio da Luz, Hulk marcou um dos golos em fora de jogo. O FC Porto eliminou o SLB por 3-1 mas o 2-1 não chegava.
2011/12
A coisa descambou depois do célebre discurso do treinador do FC Porto dizendo que podiam encomendar as faixas.
O campeonato Maicon! Decidido aos 86' com um golo em escandaloso fora de jogo em pleno Estádio da Luz.
Antes disso, na jornada anterior, 2 penalties por marcar em Coimbra tiraram a vantagem pontual ao Benfica.

É também o campeonato dos abraços entre Proença e funcionários do FCP no jogo do título.
2012/13
O campeonato em que o FC Porto só sofreu um penalty em toda a competição, num jogo em que estava a vencer por 3-0, e em que por várias vezes foi permitido à equipa de Vítor Pereira jogar com 2 GR.

Já na etapa final da temporada, depois da conversa do sujinho, sujinho, o Estoril empata na Luz 1-1 com um golo fora de jogo e na última jornada, com o título em jogo, James atira-se para a piscina e o FC Porto ganha um penalty ridículo e uma expulsão muito duvidosa.
publicado por Fernando Ramos às 18:17

Resumidamente é por isto que vejo cada vez menos futebol. Jogo sujo, jogos decididos ainda antes de começarem, situações escandalosas e no fim ganha sempre o mesmo. Assim cansa.
casino betclic a 13 de Agosto de 2013 às 16:14

Visitas
(desde 14.7.2012)
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
29
30
31


favoritos

CHIA BENEFICIOS

pesquisar
 
blogs SAPO